RSS
ON.2 QREN União Europeia
“As empresas inovadoras não gastam esforços para defender o passado.” Peter Drucker


FORMAÇÃO

A prestação de serviços às empresas na área de formação profissional, vem da necessidade do empregador querer valorizar a imagem do colaborador e da empresa nas mais variadas competências, tendo sempre como referência o triângulo dos saberes nomeadamente as competências psicossociais/sócio afetivas, que permitem desenvolver as atitudes comunicacionais e os efeitos comportamentais, as competências cognitivas, que se situam ao nível do desenvolvimento intelectual, e as competências psicomotoras, para o desenvolvimento das capacidades manuais, situadas ao nível do Saber-Fazer.

A atual Lei Laboral apela à obrigatoriedade das empresas proporcionarem a formação profissional e contínua dos seus colaboradores, sendo que, anualmente, 10% dos trabalhadores têm que ter formação ministrada por uma entidade certificada.

De forma a que as empresas cumpram com esta obrigação legal, a SAFELAB torna o investimento na formação profissional numa mais-valia para a própria empresa.